Como Estabelecer Diálogos Estratégicos na sua Empresa

O Tipo de Conversa que Confunde Mais do que Ilumina

Pense naquele cara que já entra na sala com o objetivo de convencer os outros de que ele está certo. Ele advoga por suas percepções de forma veemente, procurando convencer outros e “vencer “a discussão. Este contexto faz com que todos passem a ouvir com o intuito de encontrar falhas nos argumentos. Um posicionamento assim é a receita perfeita para discórdia e impasse.

 
by-rawpixel-on-Unsplash
 

Em qualquer diálogo, seja dentro de uma empresa ou não, temos a tendência natural em advogar-argumentar em favor do nosso próprio ponto de vista. Isso naturalmente leva ao ataque ou apoio de escolhas opostas, criando um ambiente de extremismo, ao invés de colaboração e profunda consideração de ideias. Para superar essa tendência, precisamos criar uma cultura de indagação e normas de comunicação que permitam que as pessoas tenham conversas produtivas. É necessário que se abra o diálogo para aumentar o entendimento e estabelecer um equilíbrio entre o assertivo e o investigativo.

A Investigação Assertiva

O teorista da aprendizagem organizacional, Chris Agyris, da Harvard Business School, apresenta um approach que mistura a expressão explícita de seu próprio pensamento (advogar) com a sincera exploração do pensamento alheio (investigar). Em outras palavras, articular claramente suas próprias ideias e compartilhar as informações e razões por de trás delas, questionando verdadeiramente os pensamentos dos outros.

Os envolvidos devem defender suas ideias assumindo que podem ter deixado algo passar. Parece simples, mas este posicionamento tem um efeito fortíssimo no comportamento do grupo, se todos estiverem no mesmo barco.

Indivíduos tentam explicar seu próprio pensamento porque realmente possuem uma visão que merece ser ouvida. Logo, eles advogam o mais claramente possível por suas próprias perspectivas. Mas, como se mantém abertos à possibilidade de estarem perdendo algo, duas coisas muito importantes acontecem. A primeira é que as pessoas advogam sua visão como uma possibilidade e não como a única resposta correta. E, segundo, todos escutam com atenção e fazem perguntas sobre percepções alternativas. Por quê? Porque se alguém pode estar deixando alguma coisa passar, a melhor maneira de explorar esta possibilidade é entender não o que os outros enxergam, mas o que não enxergam.

 
samuel-zeller
 

Técnica para Diálogos Produtivos

Este approach inclui três ferramentas chave:

  1. É assim que eu vejo a situação e o porque; até onde você vê diferente?
  2. Parafraseando o que você acredita ser a visão da outra pessoa, questione a validez da sua compressão; me parece que este é o seu argumento; até que ponto isso captura seu argumento fielmente?
  3. Explicar as brechas em sua compreensão do ponto de vista do outro e pedir por mais informações: Parece que você pensa que esta aquisição é uma má ideia. Eu não tenho certeza se compreendo como você chegou nisso. Você poderia me falar mais?

Utilizando esta técnica na geração de ideias, fica claro que ninguém precisa tentar inventar a roda sozinho. A criação de uma estratégia verdadeiramente robusta leva em conta as capacidades, o conhecimento e as experiências de uma equipe diversificada - um grupo de pessoas talentosas e orientadas, cada um consciente de como seu próprio esforço contribui para o sucesso do grupo e todos se dedicam ao ganho coletivo.

Unify The Tribes

O ELEVANTE oferece serviços direcionadas aos objetivos de cada empresas, criando um ambiente fértil para a geração de melhorias contínuas. Se você quer conhecer mais técnicas e intervenções, manda um email pra gente.

Vamos adorar fazer parte da evolução do seu negócio!

 
Marilia Silveira